mod_dmt_social

Ônibus nacional que não polui usa hidrogênio como combustível

 

Com tecnologia 100% brasileira, veículo também é carregado na eletricidade.
Ele começa a circular em linha convencional já no 2º semestre deste ano.

 

 

 

Pesquisadores do Rio de Janeiro apresentaram nesta terça-feira (25) um ônibus que não polui o meio ambiente. Com tecnologia 100% brasileira, o veículo por dentro parece um ônibus comum. A diferença está no teto, onde ficam as baterias e os cilindros de hidrogênio.

 

O ônibus é carregado na eletricidade, e usa também o hidrogênio combustível. Assim, ele pode rodar até 300 km sem parar para abastecer. O veículo tem uma espécie de pilha que faz o motor funcionar. Nela entram o hidrogênio e o oxigênio da atmosfera. Do processo, resultam energia elétrica e vapor d’água.

 

“O hidrogênio é um combustível não poluente e que pode ser produzido a partir de várias fontes. Ao contrário do petróleo que utilizamos hoje”, disse Paulo Miranda, professor da Coordenação de Programas de Programas de Pós-Graduação em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ).

 

Cinco países, além do Brasil, pesquisam esta mistura de fontes de energia para o transporte. Os veículos estrangeiros soltam vapor pelo escapamento. No modelo criado com tecnologia brasileira, o vapor é aproveitado. Vira água e contribui para o funcionamento do sistema.

 

Circulação no segundo semestre de 2010
O ônibus faz parte de um projeto para criar no Rio de Janeiro um transporte coletivo que não polua até a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. Já no segundo semestre deste ano, ele começa a circular numa linha convencional da cidade. E os passageiros vão notar outra vantagem: uma viagem com menos barulho.

 

“Ele é mais silencioso, não dá aqueles trancos que o ônibus normal dá”, disse a estudante Mariana Lima.

 




Realização



logo    marca coppe    UFRJ    logo-tracel-fundo-escuro-




Apoio



horizontal full color    LOGO-PD-ANEEL    Ped-Aneel    




Copyright © 2016 unicast